A Associação Portuguesa de Otoneurologia (APO) foi fundada em 1997, agregando especialistas em Otorrinolaringologia, Neurologistas e outros profissionais, com interesse em temas como as perturbações do equilíbrio, a vertigem, a audição e os acufenos. Desde então, as sucessivas direções organizaram anualmente reuniões científicas com palestrantes nacionais e internacionais de forma a promover uma aprendizagem contínua de proximidade, editaram recomendações e atualizações sobre os temas mais relevantes em Otoneurologia.

O Congresso Anual da APO a decorrer em Tomar nos dias 30 de setembro e 1 de outubro próximos, marca o fim do triénio sob a Direção do Prof. Doutor Nuno Trigueiros.

Palavras como concorrer, correr juntos, candidato, aquele que se veste de branco, puro e sem mácula, votar, prometer, jurar solenemente, estão na ordem do dia.

Uma nova direção, encabeçada pelo seu presidente, irá dar continuidade ao trabalho desenvolvido em prol da Otoneurologia nos últimos 25 anos pelos Drs. Vaz Garcia, Alberto Trancoso, Carvalho Sofia, Vítor Gabão Veiga, Rosmaninho Seabra, Pedro Tomé, Conceição Monteiro e Nuno Trigueiros.

Uma Associação será mais forte e representativa, se os seus membros se envolverem no seu destino. As eleições para o triénio 2022-2025 são altura certa para os sócios fazerem ouvir a sua voz. Um momento de união em prol de uma Associação que se quer viva e interventiva.

Vamos todos votar. Somos todos APO.

Sandra Costa

Vice-Presidente da APO

 

Neste despertar lento e hesitante para a vida normal, após 2 anos de pandemia, a APO voltou a empenhar-se na organização de eventos “ao vivo”, em que para além da transmissão de conhecimentos teóricos, se incentiva a troca de experiências e o convívio pessoal. Esta aposta baseia-se na convicção que a formação do Médico envolve outras competências e sabedorias muito mais amplas e profundas do que a ciência pura e dura. É com este espírito que a direção da APO está a organizar o seu Congresso nacional, o Otoneuro 2022, que irá decorrer nos dias 30 de setembro e 1 de outubro, novamente no Hotel dos Templários, em Tomar. 
 
Neste congresso teremos como presidente de Honra o Sr. Dr. António Dias Ferreira. Como temas principais o Nistagmo Posicional, que foi o tema da Reunião de Inverno, as Alterações da Marcha e as Doenças de Movimento, as Neuropatias, os Acufenos e a Reabilitação auditiva. Os convidados estrangeiros serão o Prof. Eduardo Martin Sanz, o Prof. Jean-Luc Puel, e a Dra Cecile Nicolas-Puel. 
 
No entanto, durante o período do estado de emergência este tipo de formação holística não foi possível, tendo a APO recorrido aos meios informáticos de formação à distância para organizar webinares sobre vários temas, de forma a honrar o nosso compromisso de estimular a formação e a investigação na área da otoneurologia e permitir aos internos de formação específica a divulgação dos trabalhos científicos realizados nos seus serviços. Queria aproveitar esta ocasião para agradecer a todos quantos contribuíram para que nesse período de grandes dificuldades fosse possível manter estas actividades. Neste agradecimento incluo os membros da direcção da APO, todos os colegas que contribuíram com o seu conhecimento para enriquecer estes eventos, assim como aos patrocinadores e ao secretariado da APO, sem as quais estes eventos não teriam sido possíveis.
 
Nuno Trigueiros
Presidente da Associação Portuguesa de Otoneurologia
 
 

 

Felizmente e finalmente foi possível voltar a encontrarmo-nos ao vivo. Foi muito bom!!
O OTONEURO 2021 decorreu no Hotel dos Templários em Tomar, nos passados dias 8 e 9 de outubro. Foi ótimo, tivemos cerca de 200 participantes, 15 comunicações orais e 21 posters. 
O presidente de honra do congresso, foi o Prof. Herman Kingma, uma das grandes referências mundiais na otoneurologia, que muito contribuiu com as suas qualidades humanas e didáticas para a divulgação deste tema em Portugal e no mundo e muito especialmente para a formação dos médicos portugueses. O merecido elogio elaborado pelo Dr. Rosmaninho Seabra ao Prof. Herman Kingma foi um dos pontos altos deste congresso.
 
A mesa redonda inaugural, sobre o tema “Controvérsias da Doença de Ménière”, foi bem animada e participada. Também as apresentações excecionais dos convidados estrangeiros, Prof. Herman Kingma e Prof. Michael Strupp, foram um fantástico contributo para a qualidade do congresso.
 
Não podemos esquecer as excelentes apresentações da Dra. Sandra Costa sobre ”Reabilitação vestibular”, do Dr. Paulo Coelho sobre “ Sintomas otoneurológicos na esclerose múltipla” e do Prof. Leonel Luís sobre “Cochlear implant candidacy in Ménière’s management” que despertaram grande atenção do público.
 
É de salientar o grande ocupação da sala ao longo de todo congresso e a participação ativa dos presentes, colocando questões e comentando as apresentações.  
No sábado à tarde realizou-se o Curso “ Examination, diagnosis and management of patients with vestibular disorders: an eficient no-nonsense straightforward approach”, ministrado pelo Prof.Herman Kingma, e que mais uma vez encantou a audiência.
O sucesso deste OTONEURO 2021 demonstra que o conhecimento é muito mais que pura informação, e que a troca de experiências pessoais é fundamental para a formação do médico.
 
Nuno Trigueiros
Presidente da Associação Portuguesa de Otoneurologa

A Associação Portuguesa de Otoneurologia (APO) desde a sua fundação em 1997, tem como objetivos promover aprendizagens, estimular o debate entre pares e divulgar os conhecimentos mais atuais na área da Otoneurologia. Neste contexto, apesar de todos os constrangimentos inerentes à época em que vivemos, temos mantido a nossa atividade científica. Brevemente editaremos um livro de recomendações sobre a Doença de Ménière, que pretende ser um instrumento de consulta e orientação terapêutica. Em fevereiro, teremos mais uma “Reunião de Inverno”, em que um grupo de trabalho restrito, abordará durante um dia e de forma exaustiva o tema “nistagmo posicional”. Em março, celebraremos o “Dia da Audição” e em abril teremos mais um “Dia da Vertigem” contando com a colaboração inestimável do Prof Herman Kingma.  Contamos com os colegas nesta caminhada, que não faria sentido sem a vossa presença e participação.
Aproveito em meu nome e da Direcção da APO, para desejar a todos votos de um Feliz Natal e um Próspero Ano Novo.
 
Maria Manuel Henriques
(vogal da APO)
 

Caros amigos,
 
Finalmente e felizmente vamos poder estar juntos novamente.
Nos dias 8 e 9 de outubro, em Tomar, irá realizar-se o Otoneuro 2021, onde esperamos encontrar os sócios da APO e todos os interessados na otoneurologia.
Contamos com dois convidados de enorme reputação, o Prof. Herman Kingma, Presidente de Honra do congresso e o Prof. Michael Strupp, que prometem apresentações de grande qualidade e discussões animadas sobre vários temas otoneurológicos.
Também, a mesa redonda de abertura promete grande polémica pois o tema será “Controvérsias na Doença de Ménière” e os participantes são excecionais.
Vamos ainda ter três conferências magistrais, cujos temas serão “Reabilitação Vestibular”, “Sintomas otoneurológicos na Esclerose Múltipla” e “Implante coclear na Doença de Ménière”.
Aproveito a oportunidade para apelar aos sócios da APO para que participem da assembleia geral que irá realizar-se na tarde de dia 8/10, para que possam contribuir para o futuro da associação.
É um privilégio para a direção da APO poder apresentar um programa tão interessante, pelo que contamos com a vossa presença, cumprindo as regras de segurança decretadas pela DGS.
 
Saudações cordiais,
 
Nuno Trigueiros
Presidente da Associação Portuguesa de Otoneurologia

Faça-se membro

Faça-se membro
e junte-se à equipa!