Procurar
Close this search box.

42. Compensação Vestibular

Resumo

Nos sindromas vestibulares periféricos deficitários unilaterais, de instalação súbita – como é a nevrite vestibular, assiste-se à gradual atenuação das vertigens, do nistagmo e dos desvios posturais, a qual se prolonga por algumas semanas, até ao seu total desaparecimento. Tal evolução é devida a um processo complexo denominado Compensação Vestibular. Porém, a melhoria verificada nem sempre é satisfatória, persistindo, às vezes toda a vida, maior ou menor grau de desequilíbrio.

Os Núcleos Vestibulares (NV) e, secundariamente, o cerebelo desempenham um papel fundamental na Compensação Vestibular, cujos mecanismos fisiopatológicos não se distinguem significativamente dos que ocorrem em lesões equivalentes de qualquer outro território do Sistema Nervoso Central (SNC), onde os processos de recuperação funcional são conhecidos por Habituação.

Autor(es)

F.Garcia